Dia nacional de adotar um animal

Vininha F. Carvalho (*)

Todo mundo consegue fazer a diferença como um protetor dos animais, mas a dúvida é: como? Algumas posturas, que podem e devem ser adotadas em seu dia-a-dia tornarão suas atitudes produtivas. A vontade de ajudar nos impulsiona a levantar e ir a luta, não esperando apenas que as oportunidades cheguem até nós. Nos permite tomar iniciativas criativas e sensatas , compreender que a responsabilidade social é algo que precisa ser desejado e conquistado. A defesa do direito dos animais se faz estimulando a cidadania.

Agregar valores é uma proposta de aprendizado, é sinônimo de fortalecer e crescer. O dia 4 de outubro, é dedicado a São Francisco de Assis, o verdadeiro protetor dos animais. Não consigo vislumbrar, um dia melhor que este, para aproximarmos as pessoas dos princípios que envolvem a adoção responsável dos animais abandonados domésticos. O objetivo desta data, é permitir que as pessoas se envolvam com a causa dos animais, mantendo um contato próximo com os problemas mais viáveis de serem solucionados. A partir daí elas serão aos poucos envolvidas, e num processo natural de evolução, irão buscando resolver problemas mais complexos, que necessitam de conhecimentos mais aprofundados.

Precisamos conscientizar. Mostrar que o problema dos animais abandonados tem solução , que isto não está relacionado diretamente com a existência deles , por isto eliminá-los não resolve nada, precisamos sim, alterar a maneira que o ser humano os vê dentro da sociedade.É preciso mudar as atitudes para rever os conceitos.Eles são regidos pelas leis da natureza, onde lhes é concedido o direito á vida. O ser humano, criou tantas leis, que hoje esta perdido na sua essência. A partir do momento que as pessoas começarem a compartilhar riquezas interiores , aprendendo a SOMAR , tudo começara a mudar.

Analisando a “magia”escondida na palavra SOMAR, se invertermos as letras ficará RAMOS, que significa subdivisão do caule da árvore. São Francisco de Assis, representa aqui a árvore, a seiva, e o Dia Nacional de Adotar um Animal é um dos ramos, que irá florescer nos corações sensíveis, permitindo que os frutos sejam colhidos por todos que merecem cuidar da semente, gerando raízes profundas , possibilitando que os animais desfrutem de uma condição digna de vida na sociedade.

Adotar um animal exige responsabilidade do dono e um compromisso com a vida deste ser indefeso. O abandono precisa ser encarado como um ato desprezível.O trato dispensado ao animal caracteriza o perfil do caráter da pessoa que o adotou .

Eu idealizei esta data, que esta sendo comemorada pelo 9º. ano consecutivo, para incentivar a adoção dos animais abandonados. Existem muitos animais abandonados à espera da oportunidade de serem adotados . Uma chance de encontrar um lar , onde encontrará carinho e segurança . O Dia Nacional de Adotar um Animal, propõe que a adoção, seja vista como uma opção na hora de adquirir um animal, sem preconceitos. Neste dia também precisamos fazer um trabalho de conscientização, ressaltando a importância da posse responsável e da castração, como uma maneira de garantirmos o bem-estar dos animais.

Os protetores independentes e as entidades poderão neste dia realizar eventos de manifestação de apoio aos princípios da adoção e da posse responsável, e assim, marcar a sua participação neste processo de valorização do animal na sociedade.

Participe do Prêmio ” Uma Boa Iniciativa Mobiliza” , mais informações: ( www.animalivre.org.br)

4 de outubro – Dia Nacional de Adotar um Animal

Plante a semente da caridade e colha os frutos do amor!

(*) Vininha F. Carvalho é ambientalista e presidente da Fundação Animal Livre.

Esta entrada foi escrita emArtigos
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5