Derramamento de combustível avança nas Galápagos

A maré negra nas ilhas Galápagos “se estendeu sobre um perímetro de 1.200 km² depois do derramamento de 300 toneladas” de combustível dos tanques de carga do navio “Jessica”, encalhado perto da ilha de San Cristóbal, anunciou neste domingo e o ministro do Meio Ambiente do Equador, Rodolfo Rendon.

Em entrevista por telefone de San Cristóbal, ilha de 558 km² e a mais oriental do arquipélago, Rendon chamou o acidente de “lamentável”, e de “muito grave ameaça para o meio ambiente”, e fez “um apelo para uma ajuda internacional”.

“As 300 toneladas de combustível estende-se em manchas dispersas por um perímetro de 1.200 km², que deriva no momento para o noroeste e a ilha de Santa Fé”, uma das 13 das Galápagos, explicou o ministro. (Folha de São Paulo com France Presse)