Petrobras envia ajuda às Ilhas Galápagos

A Petrobras vai se unir aos EUA na ajuda internacional para minimizar os efeitos do derramamento de óleo causado pelo petroleiro Jessica, de bandeira equatoriana, nas Ilhas Galápagos, situadas a cerca de mil quilômetros da costa equatoriana, no Pacífico.

Foram embarcados nesta terça-feira 13 toneladas de equipamentos pertencentes à Petrobras. Oito técnicos da estatal vão acompanhar os trabalhos de limpeza da região e no monitoramento dos danos.

Segundo o ministro Rodolpho Tourinho (Minas e Energia), essa iniciativa faz parte dos investimentos da estatal em gestão ambiental, que já somam US$ 1 bilhão, realizados após a série de derramentos ocorridos no Brasil em 2000, principalmente no Paraná e Rio de Janeiro.

Os custos da operação, segundo o ministro, serão mínimos, pois todos os equipamentos retornarão ao país.

O petroleiro Jessica encalhou, no último dia 13, a 800 metros do porto da Ilha San Cristóbal, provocando o vazamento de 300 toneladas de óleo diesel.

O desastre ecológico está ameaçando a flora e a fauna das Ilhas Galápagos. As 13 ilhas que formam o arquipélago conhecido mundialmente como “o santuário das tartarugas gigantes”, cujas espécies serviram de material para a pesquisa de Charles Darwin para a elaboração da Teoria da Evolução, em 1835. (Folha de São Paulo)