Verdes franceses rejeitam lixo atômico alemão

A decisão da Alemanha e da França de retomar o transporte de lixo atômico entre os dois países foi duramente criticada pelo Partido Verde francês.

“É especialmente inaceitável o transporte de resídios nucleares da Alemanha para a França”, disse o porta-voz do partido ecologista francês, Denis Baupin. “A França não pode servir de depósito de lixo atômico alemão”, sentenciou. O tráfego de resíduos nucleares está suspenso desde 1997 em virtude dos violentos protestos de massa.

O acordo para o reinício do transporte de lixo atômico da usina francesa de reprocessamento, em La Hague, para a Alemanha e em sentido contrário, a partir do fim de março, foi firmado em recente encontro informal de cúpula teuto-francês.

Além do chanceler federal alemão Gerhard Schröder e do presidente francês Jacques Chirac, participaram do consenso o primeiro-ministro Lionel Jospin e os ministros alemão e francês do Exterior, respectivamente, Joschka Fischer e Hubert Védrine. (Último Segundo)