Vai faltar semente para o plantio do trigo

A Associação Brasilera dos Produtores de Sementes (Abrasem) faz um alerta: vai faltar sementes para o plantio de trigo. A produção de sementes deste ano deve ser inferior a 150 mil toneladas.

O clima inesperado que atingiu o sul do país no inverno do ano passado continua trazendo problemas e preocupações ao setor. Antes mesmo do início do plantio do trigo, as indústrias anunciam que vai faltar sementes.

Em 2000 a oferta de sementes garantiu uma cobertura de 1 milhão e 400 mil hectares. Esse ano a Abrasem esperava que a área plantada do trigo tivesse um aumento de até 1 milhão e 700 mil hectares.

Mas o número de sementes disponíveis para esta safra só é suficiente para cobrir uma área de 1 milhão de hectares. A pouca oferta deve provocar um aumento nos preços do insumo do trigo.

O preço da saca, que em maio do ano passado estava em R$ 22, poderá chegar, este ano, a R$ 45 a saca. O Departamento de Economia Rural do Paraná, o Deral, também acredita que dificilmente a área de trigo do ano passado se repetirá.

Por causa da falta de insumos, o Paraná deve cobrir apenas 500 mil hectares do Estado com a plantação do trigo. Duzentos e oitenta mil hectares vão ficar sem a produção do grão.
(Canal Rural)