Mortalidade infantil cai 60% entre os yanomami

A mortalidade infantil registrada em 2000 no Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Yanomami, no estado de Roraima, caiu 60,6% em relação a 1999.

A taxa de mortalidade geral da população do DSEI também teve redução: 50% no mesmo período. Os índices são resultado do êxito dos programas de controle de doenças e da assistência permanente às comunidades indígenas da Funasa, voltada para a atenção materno-infantil – com ênfase no combate à desnutrição, controle de enfermidades infecto-parasitárias, como malária, tuberculose, infecções respiratórias e verminoses, e vacinação da população indígena. (Agência Brasil)