Câmaras técnicas ampliam a proteção ambiental

Agilizar procedimentos, desburocratizar e padronizar rotinas, e economizar recursos resolvendo os problemas ambientais a nível local, são as prioridades do Conselho Regional e respectivas Câmaras Técnicas que o presidente do Ibama, Hamilton Casara, criou na região Nordeste.

O novo órgão fará intermediação entre os estados do Ceará, Alagoas, Bahia, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe, onde as questões ambientais são relativamente comuns.

As mesmas competências terão os dois outros conselhos que serão criados para as regiões da Amazônia Legal e Centro-Oeste, e, regiões Sul e Sudeste. As duas primeiras Câmaras Técnicas da região Nordeste já estão definidas. Tratarão especificamente de questões relacionadas à proteção da caatinga e da pesca.

As demais serão criadas posteriormente, atendendo às exigências regionais, explicou o representante do Ibama do Ceará, Romeu Arruda.
(Agência Brasil)