Corredor Ecológico Binacional conservará a Floresta Amazônica

Ficará na fronteira Brasil-Bolívia, em Rondônia, o primeiro Corredor Ecológico Binacional: nas bacias dos rios Guaporé-Mamoré-Itenez.

O corredor é destinado a conectar as áreas protegidas da região, conservar e manejar de forma sustentável os recursos naturais envolvendo a comunidade local em todo o processo para aumentar a cobertura ambiental da maior biodiversidade do planeta: a Floresta Amazônica e seus recursos hídricos, e parte do Cerrado.

Estendendo-se por 23 milhões de hectares – quase o tamanho do estado de São Paulo – 13 milhões do lado brasileiro, o Corredor Ecológico interligará 30 áreas protegidas: 17 federais e estaduais, e 13 indígenas de 17 municípios de Rondônia, às oito bolivianas nos municípios do nordeste dos departamentos de Santa Cruz e Beni, e do leste de Pando.(Agência Brasil)