Descoberto novo foco de aftosa no Rio Grande do Sul

Foi confirmado nesta quinta-feira mais um foco de febre aftosa no Rio Grande do Sul. O secretário de Agricultura do estado, José Hermeto Hoffman, confirmou sete novos casos no município de Alegrete, perto da fronteira com a Argentina.

Segundo Hoffman, já foram instaladas duas barreiras fitosanitárias na propriedade agropecuária Combate, área que tem 420 cabeças de gado, e onde foram detectados os animais doentes.

O primeiro foco foi confirmado em Santana do Livramento, fronteira com a Argentina e o Uruguai. O Ministério da Agricultura iniciou a vacinação dos rebanhos bovinos no Rio Grande do Sul na quarta-feira.

Pratini diz que tentará evitar isolamento do Sul

O ministro da Agricultura,Pratini de Moraes, disse que fará o possível para evitar o isolamento do Rio Grande do Sul e que protegerá o rebanho brasileiro, para minimizar os grandes estragos no mercado internacional causados por notícias de focos de febre aftosa. (ambientebrasil)