IAP contesta Atlas do SOS Mata Atlântica

O IAP – Instituto Ambiental do Paraná contesta as informações publicadas no Atlas de Remanescentes Florestais da SOS Mata Atlântica.

Técnicos do IAP afirmam que o Paraná possui cerca de 2.400.000 hectares de remanescentes florestais e não os 1.594.000 hectares registrados na publicação entregue oficialmente ao governo do Estado no dia 27 de maio.

Representa uma diferença de 890 mil hectares entre os dados do Estado e os divulgados pelo Atlas.

A Sema – Secretaria de Meio Ambiente do Paraná contesta também critérios utilizados, como o não esclarecimento de em quais estágios sucessionais os desmatamentos ocorreram.
(ambientebrasil)