Seminário mostra como a pesquisa influenciou economia brasileira

O evento, que acontecerá no Auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados, a partir das 9 horas, é promovido pelo Ministério da Agricultura e do Abastecimento, sob a coordenação da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), em parceria com o Ministério da Ciência e Tecnologia.

A abertura contará com a presença do ministro da Agricultura e do Abastecimento, Marcus Vinícius Pratini de Moraes; da Ciência de Tecnologia, Ronaldo Sardenberg; do diretor-presidente, Alberto Duque Portugal, e de diversos parlamentares.

O seminário será aberto para o público em geral, mas terá como foco principal legisladores, formuladores e implementadores de políticas, empresários, formadores de opinião, técnicos e gerentes de Ciência e Tecnologia. “É importante também que representantes de diversos segmentos da sociedade sejam ouvidos no que diz respeito aos desafios do agronegócio brasileiro, para o qual as instituições de pesquisa devem procurar soluções”, afirma o diretor-presidente da Embrapa, Alberto Duque Portugal. Para ele, a aplicação de recursos em Ciência e Tecnologia é uma das mais eficientes variáveis de desenvolvimento econômico.

O evento constará de quatro grandes debates. O primeiro, marcado para ocorrer de 9h30 às 11h, discutirá os impactos do crescimento da agropecuária brasileira nos indicadores de desempenho do país, sob a coordenação do presidente da Comissão de Agricultura e Política Rural, deputado Luiz Carlos Henrique. O palestrante será Regis Bonelli, pesquisador do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), tendo como debatedores José Paulo Silveira (Ministério do Planejamento), Fernando Miguel Montero (Ministério da Fazenda) e Míriam Leitão (jornalista).

O segundo debate discutirá os impactos da mudança tecnológica do setor agropecuário na balança de pagamentos, de 11h às 12h30. O palestrante será Antônio Salazar Pessoa Brandão, professor e coordenador operacional do Grupo Executivo de Fruticultura da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro. A coordenação dos trabalhos ficará por conta do senador Lúcio Alcântara, presidente da Comissão de Assuntos Econômicos do Senado, tendo como debatedores Dorothéa Werneck (Associação Brasileira de Comércio Exterior) e o jornalista Paulo Henrique Amorim.

O terceiro debate abordará, de 14h às 15h30, os impactos da pesquisa agropecuária no abastecimento, sob a coordenação do senador Jonas Pinheiro. Os palestrantes serão José Roberto Mendonça de Barros (professor da Faculdade de Economia da Universidade de São Paulo-USP) e Juarez Alexandre Baldini Rizzieri (pesquisador da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas). Entre os debatedores estará o jornalista Rolf Kuntz.

O último debate consistirá em uma mesa redonda, em que especialistas debaterão os novos desafios do setor agropecuário brasileiro e a contribuição das instituições de ciência e tecnologia nesse processo. Os debatedores serão os empresários Arthur Antônio Sendas, Luiz Fernando Furlan e Benedicto Fonseca Moreira; Roberto Gianetti da Fonseca (Câmara do Comércio Exterior), Eliseu Roberto de Andrade Alves (pesquisador da Embrapa) e José Pastore (professor aposentado da USP e especialista em emprego).

As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas pelo e-mail luz@sede.embrapa.br ou no no dia do seminário, no local do evento. A Embrapa informa que será fornecido certificado de participação. Mais informações poderão ser obtidas pelos telefones (61) 448-4319 e 448-4466.(Embrapa)