Será pago seguro da plataforma que afundou

O diretor da vistoriadora Brasil Salvage, João Carlos Santos, representante brasileiro da empresa reponsável pela vistoria da P-36 para as companhias de seguro afirmou que não há nenhum motivo para redução no pagamento do valor da apólice.

Segundo João Carlos, o seguro feito pela Petrobrás era all risk(cobrindo todos os tipos de riscos). E só se fosse comprovado que a plataforma afundou de propósito haveria alguma contestação ao pagamento,informou .

Comentava-se no mercado de seguros que procedimentos irregulares da estatal reduziriam o valor da indenização. Porém a Petrobras afirma que está em negociação e espera receber a indenização integral em até 90 dias.(ambientebrasil)