Governo investe 70 milhões de reais em ações emergenciais contra a seca

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Raul Jungmann, coordenador do Programa de Convívio com a Seca, informou, em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional, que, em menos de uma semana, mais de R$ 70 milhões já foram investidos em ações de caráter emergencial nas regiões mais afetadas pela estiagem. Os estados mais atingidos são o Ceará, a Paraíba e o Rio Grande do Norte.

Para amenizar os efeitos da seca, o Exército está distribuindo água em carros-pipa, com investimento inicial de R$ 9 milhões.

Cerca de 100 mil cestas básicas já foram distribuídas e a previsão para esta semana é de entrega de mais mais 259 mil cestas de alimentos. Jungmann informou que o governo investiu também R$ 35 milhões no programa Água na Escola, que evita a interrupção do processo educacional na região.

Para evitar o uso político do projeto, Jungmann considera necessária a participação da cidadania. “Vamos acabar com o pacto da miséria, que põe de um lado nordestinos vulneráveis e, de outro, uma parte da elite perversa, que se utiliza de verbas sociais para trocar pelo votos das pessoas”, disse o ministro.

Por esse motivo, a igreja, os movimentos sociais, os trabalhadores e particularmente quem recebe o benefício vão dividir a distribuição dos recursos. De acordo com o ministro, toda ação contará com a participação de comitês da cidadania, que irão fiscalizar, organizar e impedir a reprodução do pacto da miséria.
(Agência Brasil)