Mata natural triplicou no RS

Um inventário divulgado nesta terça-feira pela UFSM – Universidade Federal de Santa Maria mostra que a cobertura de matas naturais, ou florestas nativas, do Rio Grande do Sul praticamente triplicou entre 1983 e 2001: de 6,24% passaram para 17,53%.

O trabalho, apresentado pelo governador Olívio Dutra, servirá de base para políticas ambientais, planejamento e fiscalização, análise de projetos de licenciamento florestal e ambiental e pesquisas científicas.

O relatóriol revela que o território gaúcho conta ainda com 13,50% de florestas naturais em estágio avançado e médio de regeneração e 4,03% de florestas em estágio inicial, embora campos e pastagens representem 46,73%.

Os dados, levantados durante dois anos e nove meses, foram obtidos por meio de imagens de satélites e pela amostragem de 960 pontos em todo o Estado.
(ambientebrasil)