Greenpeace protesta contra projetos nucleares da UE na China

Integrantes do movimento Greenpeace protestaram nesta terça-feira contra os projetos de cooperação da União Européia com a China no âmbito nuclear, acusando a UE de querer estender ao país mais povoado do mundo uma fonte energética rejeitada pelos europeus.

A vice-presidente da Comissão Européia encarregada de Energia e Transportes, Loyola de Palacio, anunciou nesta segunda-feira que a UE planejava cooperar com a China na área de energia nuclear.

O Greenpeace acusou a Comissão de querer ’preparar o terreno para uma cooperação em grande escala entre a União Européia e a China em todos os setores da energia nuclear, compreendendo o reprocessamento de combustíveis e o tratamento de resíduos, a construção de novas usinas, assim como a investigação e desenvolvimento de novos tipos de reatores’.
(JB Online)