Petrobras vai aumentar em 1 bilhão de dólares investimentos no setor elétrico

A Petrobras vai aumentar em US$ 1 bilhão os investimentos que serão feitos pela empresa no setor elétrico nos próximos cinco anos. Por causa da crise de energia, a estatal vai passar de US$ 30 bilhões para US$ 31 bilhões o total de investimentos que serão feitos, até 2005, na construção de usinas termelétricas e na expansão da produção de gás natural.

Esse investimento adicional permitirá que a capacidade das usinas administradas pela Petrobras aumente em cerca de 20% até 2005. Segundo Deucidio Gomez, diretor de gás e energia da Petrobras, parte desse US$ 1 bilhão adicional virá do caixa da própria empresa.

Outra parcela virá do fundo de pensão dos funcionários da estatal, a Petros, que deve entrar como parceira da Petrobras nos projetos a serem desenvolvidos. Existe ainda a possibilidade de a Previ, fundo de pensão dos funcionários do Banco do Brasil, participar dos projetos.

Com o aumento no volume de investimentos, a Petrobras pretende construir três novas usinas termelétricas nos próximos cinco anos. Além disso, a empresa pretende investir na expansão da capacidade de outras usinas e antecipar a construção de novas plantas para que em 2005 tenha 17 termelétricas em operação no país.

O plano de investimentos da Petrobras foi apresentado à Câmara de Gestão da Crise de Energia Elétrica _o “ministério do apagão”_ e deverá ser aprovado pelo conselho de administração da estatal na próxima semana. Ontem, o presidente da Petrobras, Henri Philippe Reichstul, mostrou os números aos membros da comissão mista do Congresso que trata da crise de energia.
(Folha Online)