Japão tenta convencer EUA a aderir a tratado do clima

O governo japonês disse que vai continuar pressionando os EUA a aderir ao tratado para redução na emissão de gases causadores do efeito estufa, durante o encontro mundial que discutirá o aquecimento global em julho.

A promessa foi feita hoje pela ministra do Meio Ambiente, Yoriko Kawaguchi, que não respondeu se o Japão assinaria o tratado mesmo sem a ratificação dos Estados Unidos.

O Protocolo de Kyoto, assinado em 1997, impõe aos países participantes uma cota de redução na emissão do CO2 e outros gases responsáveis pela retenção de calor na atmosfera e aquecimento do globo terrestre, fenômeno que pode causar desastres ecológicos.

“Com os EUA como maiores emissores [dos gases estufa], não dá para dizer. A participação dos EUA é crucial”, afirmou.

O presidente norte-americano George W. Bush decidiu em março abandonar o protocolo de Kyoto afirmando que ele prejudicaria a economia dos Estados Unidos.

O tratado do clima impõe que até 2010 seja feita uma redução de 5,2% na emissão de gás carbônico (principal causador do efeito estufa) em relação aos níveis medidos em 1990.(Folha de São Paulo)