IAP exige na justiça que empresas retirem 500 mil toneladas de chumbo em Adrianóplois

O IAP – Instituto Ambiental do Paraná exigiu nesta segunda-feira que as empresas Plumbum, São Brás, Peral e CBA – Companhia Brasileira de Alumínio retirem em 150 dias mais de 500 mil toneladas de resíduos de chumbo abandonados há décadas a céu aberto em Adrianópolis, a 133 quilômetros de Curitiba.

As empresas devem apresentar um projeto de destino e remoção dos resíduos que deverá ser aprovado pelo IAP. Se o projeto não for aprovado e a retirada do chumbo não começar no prazo determinado, as empresas serão multadas e poderá ser solicitada a prisão dos responsáveis.

O IAP vai entrar com uma ação civil pública em 15 dias para evitar que a exigência da retirada dos resíduos seja desrespeitada.

A medida do IAP está baseada numa pesquisa de análises ambientais feita pelo instituto, que aponta a contaminação do solo e da água da região. A possibilidade da contaminação dos moradores ainda está sendo estudada pela Secretaria de Estado da Saúde, que deve divulgar o resultado em 30 dias.
(ambientebrasil)