DEPARTAMENTO DE RECURSOS MINERAIS DO ESTADO DO RJ CRIA GRUPO DE DISCUSSÃO VIRTUAL SOBRE ÁGUAS SUBTERRÂNEAS

O Departamento de Recursos Minerais (DRM-RJ), criou um grupo de discussão virtual sobre águas subterrâneas ancorado em sua Home Page, com suporte do Centro de Processamento de Dados (Proderj). A iniciativa atende a sugestão de representantes da Câmara Técnica de Águas Subterrâneas, organismo do Conselho Estadual de Recursos Hídricos. O Departamento de Recursos Minerais atua no gerenciamento da utilização das águas subterrâneas, que vêm se constituindo em importante alternativa para abastecimento de comunidades rurais e urbanas, além do uso agrícola e industrial.

O grupo de discussão é coordenado pela geóloga Kátia Mansur, também presidente da Câmara Técnica, que já cadastrou cerca de 100 interessados no tema. “Esta iniciativa vem em um momento muito oportuno, quando estão em discussão as medidas para regulamentação da legislação estadual sobre a utilização das águas subterrâneas”, ressaltou a geóloga. O DRM-RJ, no seu papel de Serviço Geológico Estadual, é também a instituição responsável pelos estudos de geologia de apoio ao desenvolvimento da mineração em base sustentável e do estímulo ao conhecimento geológico do Estado.

Segundo Luiz Limaverde, secretário de Energia, Indústria Naval e Petróleo, a instituição consolidou sua competência técnica e institucional no setor de águas subterrâneas com a publicação Poçõs Tubulares e outras Captações de Águas Subterrâneas: Orientação aos Usuários, lançada no ano passado. “Além disso, a reestruturação do órgão criando, entre outras, a Coordenadoria de Hidrogeologia, até então inexistente na estrutura formal da organização, foi fundamental”, acrescentou Limaverde.

Estudos revelam que 97,6% da água do planeta é constituída pelos oceanos, mares e lagos de água salgada. A água doce, representada por 2,4% restante, tem sua maior parte situada nas calotas polares e geleiras (1,9%), inacessível aos homens pelos meios tecnológicos atuais. Da parcela dos 0,6% disponível, mais de 95% é água subterrânea, daí sua importância. Os interessados em participar do grupo de discussão virtual sobre águas subterrâneas devem escrever para o endereço kmansur@drm.rj.gov.br.
(Fonte: Ascom Gov. do Rio de Janeiro)