IBAMA LANÇARÁ PEDRA FUNDAMENTAL DO NÚCLEO DE PLANTAS MEDICINAIS

O presidente do Ibama – Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis, Rômulo Mello, lança terça-feira (3), às 10h30, a pedra fundamental do Núcleo de Plantas Medicinais que terá sede própria no Ibama, em Brasília (DF). O núcleo – coordenado pela bióloga Suelma Ribeiro, faz parte do Centro Nacional para Conservação, Proteção e Manejo Sustentável de Plantas Medicinais, Aromáticas, Ornamentais e Orquídeas. O mercado mundial de medicamentos fitoterápicos gira em torno US$ 500 mil/ano, segundo a Organização Mundial da Saúde, e movimenta algo em torno de US$ 260 milhões no Brasil.

Serão prioridades do núcleo – que pretende funcionar como centro de referência nacional: implantar um inédito banco de dados concentrando todas as informações e pesquisas sobre medicamentos fitoterápicos utilizados por cerca de 85% da população, ordenar o setor, reduzir a biopirataria e o comércio indiscriminado e, implantar a obrigatoriedade do manejo sustentável para a exploração das espécies.

Na mesma ocasião será lançado o livro: “Estratégias para Conservação e Manejo de Recursos Genéticos de Plantas Medicinais e Aromáticas”, com o diagnóstico preliminar da situação das espécies mais utilizadas no país, um trabalho do Ibama em parceria com pesquisadores
de diversas universidades, institutos e organizações não governamentais.

As pesquisas do Núcleo de Plantas Medicinais darão prioridade a 92 espécies de um total de 221 indicadas como importantespara a conservação e o manejo a nível nacional. “A coleta indiscriminada e a destruição de habitats de plantas medicinais poderão comprometer o futuro de milhares de espécies, levando muitas ao desaparecimento” alerta Suelma Ribeiro.
(Agência Brasil)