PRESIDENTE CRIA 12 NOVAS UNIDADES DE CONSERVAÇÃO AMBIENTAL

O presidente Fernando Henrique Cardoso anunciou na última sexta-feira (13), a criação de 12 novas áreas de conservação ambiental, que somam, no total, mais 4.100 km2 de unidades de conservação no país. O país tem hoje 6% de seu território classificado como área protegida. O projeto do governo é que essa extensão chegue a 10%.

As novas áreas protegidas estão localizadas em Estados do Norte, Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste. A maior delas, o Refúgio de Vida Silvestre Veredas do Oeste Baiano, tem 1.285 km2 (quase a área do município de São Paulo), e é também a primeira reserva do gênero no país.

O presidente enviou ao Congresso, também nesta sexta-feira, o anteprojeto de lei que estabelece a concessão de florestas públicas para a exploração sustentável de madeira e outros produtos. “Este projeto é para sedentarizar a atividade florestal no Brasil, disciplinando o acesso a terras públicas”, explicou o ministro do Meio Ambiente, José Carvalho.

O ministro observou ainda que a atividade florestal é essencial para o crescimento econômico do País, contribuindo, atualmente, com 4% do Produto Interno Bruto e com 8% das exportações. Hoje, aproximadamente 28 milhões de metros cúbicos de madeira em tora são extraídos anualmente da Amazônia. Mas menos de 5% é extraído de forma sustentável.
(Com informações do Estadão Online)