IBAMA EMBARGA CRIADOURO QUE PROMOVIA CAÇA AO FAISÃO NO PARANÁ

A fiscalização do Ibama/PR multou e embargou este mês as atividades da fazenda Trindade, no município de Guarapuava/PR, por promover a caça esportiva do faisão. A fazenda estava autorizada pelo Ibama somente para manter um criadouro experimental com o objetivo de capacitar técnicos e servir como centro de triagem de animais silvestres.

Em convênio firmado com a prefeitura, em 1997, uma área do Parque Municipal das Araucárias foi destinada a este fim.

Segundo adiantou o setor de fiscalização do Ibama/PR, o prefeito de Guarapuava também deverá ser autuado por infringir o artigo 67 da Lei de Crimes Ambientais, que prevê penalidades ao funcionário público que conceder licença, autorização ou permissão em desacordo com as normas ambientais. Na internet, a fazenda Trindade apregoava “possuir alvará de licença e funcionamento para criadouro de animais silvestres e parque de caça conforme Decreto Municipal 141/99, baseado na Portaria nº 248/99”.

O faisão é um animal da fauna exótica, considerado animal doméstico. Os dez faisões apreendidos resultaram na multa de R$ 5 mil (R$ 500 cada indivíduo). A atividade esportiva da caça é proibida em todo território nacional. O estado do Rio Grande do Sul, no entanto, possui uma legislação que autoriza a caça de algumas espécies, em determinados meses do ano.(ascom Ibama/PR)