PARQUE DOS VEADEIROS ESTARÁ FECHADO ESTE FIM DE SEMANA

A cheia do Rio Preto e a falta de um grupo treinado para busca e salvamento, que possa atuar durante a visita dos grupos de turistas, garantindo a segurança dos visitantes, determinou o fechamento do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros, em Goiás, este final de semana.

A decisão foi tomada durante uma reunião, na noite de quarta-feira, entre a chefia da Unidade e as duas associações de condutores de visitantes que atuam no interior do Parna.

Segundo a chefe substituta do Parque, Carmem Tereza Florêncio, o serviço anteriormente era feito nos finais de semana pelo Corpo de Bombeiros. “Durante a reunião do Conselho Consultivo da Unidade, realizada no dia 11 de dezembro passado, por solicitação da comunidade ficou decidido que a própria comunidade ficaria encarregada de arrecadar recursos para pagar um grupo de busca e salvamento composto por seus membros, que passariam a atuar em substituição aos bombeiros”, explicou.

Contudo, segundo ela faltaram recursos e na falta do grupo de pessoas treinadas, com cordas e bóias, que possibilitaria a segurança dos visitantes, optou-se pelo fechamento do Parna. Ela adiantou que a chefia do Parque estará mantendo contatos com o Corpo de Bombeiros visando o deslocamento de um grupo para retomar o serviço de busca e salvamento e que, tão logo isso ocorra, o Parna da Chapada dos Veadeiros será reaberto à visitação pública.

O Parque

O Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros possui uma área de 236.570 hectares. Está localizado no nordeste do Estado de Goiás, nos municípios de Alto Paraíso, Cavalcante, São João da Aliança, Teresina de Goiás e Nova Ramos. O acesso é feito através da BR-020, saindo de Brasília e seguindo por 220 quilômetros pela GO-118, em direção a Alto Paraíso, de onde segue-se pela GO-239 por mais 28 quilômetros em estrada de terra, chegando a Vila de São Jorge, local do portal de entrada do Parque. A unidade dista 260 quilômetros de Brasília e 460 quilômetros de Goiânia.

O Parque é aberto à visitação de terça-feira a domingo, durante todo o ano, obedecendo aos seguintes horários: entrada de 8:00 às 12:00 hs e saída até às 17:00 hs. No horário de verão a entrada é das 9:00 às 13:00 hs e a saída até as 18:00 hs. Só é permitida a entrada com acompanhamento de guia, que cobra uma diária de R$ 30,00, por grupos de até 10 visitantes. O valor do ingresso é R$ 3,00 por pessoa. A unidade possui atrativos de rara beleza como as cachoeira Salto I e II – Pedreiras, Carioquinhas – Cannions, e a bela vista do Jardim de Maytrée no trajeto Alto Paraiso/São Jorge. Além disso possui rica flora (buriti e várias outras espécies do cerrado) e fauna (lobo-guará, seriemas, emas, tatus e urubus-rei, entre outros). Não existe área de camping na unidade, mas na Vila de São Jorge existem campings, pousadas e hotéis. (IBAMA)