REDE DE COMUNICAÇÃO INDEPENDENTE TRANSMITIRÁ BOLETINS DURANTE FÓRUM SOCIAL MUNDIAL

Uma rede de comunicação independente formou-se nesta quinta-feira (23), abrigando jornalistas e comunicadores de revistas e jornais alternativos. A Ciranda foi criada no I Fórum Social Mundial, em 2001, funcionando no site Porto Alegre, de divulgação do Fórum.

No ano passado a ciranda ganhou vida própria, no endereço www.ciranda.net. Mais de 600 jornalistas participaram, formando a maior equipe de reportagem do evento. Na manhã desta quinta-feira, a jornalista Rita Freire, uma das idealizadoras da Ciranda, coordenou a oficina de treinamento dos primeiros jornalistas inscritos para a cobertura.

A rede funciona como uma redação tradicional, com reuniões de pauta e edição de matérias. “A nossa redação é composta por profissionais que vieram aqui com o olhar diferente das empresas comerciais, que nem sempre cobrem o evento com o compromisso social”, disse Rita Freire. A rede também transmitirá boletins para rádios e TVs comunitárias. (Radiobras)