SEMINÁRIO NA BAHIA DISCUTE MATAS CILIARES DO RIO SÃO FRANCISCO

O SOS Velho Chico e a Embrapa, com apoio do Banco do Nordeste e Sebrae/BA, promovem, nos próximos dias 6 e 7 de fevereiro, no Centro de Cultura João Gilberto, em Juazeiro (BA), o I Seminário sobre Matas Ciliares e os Impactos na Bacia do Rio São Francisco, com entrada franca.

Trata-se do primeiro painel científico sobre matas ciliares na bacia do Rio São Francisco que irá congregar especialistas e ONGs ambientalistas, de forma a ampliar o debate em torno de alternativas concretas de preservação e recuperação das matas ciliares na bacia do Rio São Francisco.

A proposta final do Seminário é um livro onde serão registradas as discussões técnicas e os resultados dos estudos e experiências apresentados, bem como procurará estimular novas pesquisas e formas de conscientização sobre a preservação das matas ciliares.

Evitar a contaminação do ecossistema aquático, manter a integridade das margens dos rios e contribuir para a manutenção da temperatura da água são apenas algumas funções da Mata Ciliar. A queda de barrancos e o assoreamento têm relação direta com a remoção das matas ciliares, o que vem comprometendo a vida do rio São Francisco.

A legislação sobre as Matas Ciliares existe há quase meio século. Mas apesar disso, elas não foram poupadas da degradação desenfreada, com efeitos negativos à área da bacia com maior diversidade de fauna e flora e produção de biomassa.

O SOS VELHO CHICO – é uma ONG dedicada à defesa do Rio São Francisco, com ênfase na sua revitalização, na perenidade de sua vida e no desenvolvimento sustentável de toda a Bacia. Dentro deste objetivo, conta com comitês locais em dezenas de cidades, obedecendo a quatro princípios fundamentais:

– Defesa do rio: preservação ambiental do Rio São Francisco, seus afluentes e nascentes;

– Preservação dos valores culturais: preservação e difusão dos valores culturais, folclóricos, lendas e crenças, bem como o patrimônio arquitetônico de suas cidades;

– Educação Ambiental: com envolvimento de escolas e da sociedade pela preservação do Velho Chico;

– Melhoria das condições de vida: com projetos que promovam o desenvolvimento sustentável e a geração de renda da população ribeirinha. Para conhecer mais sobre as atividades do SOS Velho Chico conheça o site www.sosvelhochico.org.br

PARTICIPAÇÃO POPULAR

Para marcar o final do seminário sobre Matas Ciliares o SOS Velho Chico promoverá, com o apoio da TV São Francisco, no dia 7, às 21 h, no Alpendre, o show popular “Vozes que Cantam o Velho Chico”, com Carlos Pitta e o Bando Anunciador, parceiros da ONG na defesa do rio São Francisco e na preservação de seus valores culturais.

A entrada para o show será a doação de uma lata de leite em pó para instituições de crianças carentes.
(EcoAgência de Notícias / Fonte: SOS Velho Chico)