EMBRAPA SUÍNOS E AVES FORMARÁ GESTORAS AMBIENTAIS EM SANTA CATARINA

Capacitar produtoras rurais para auxiliar na gestão ambiental das propriedades da região. Este é um dos objetivos do curso de gestoras ambientais que a Embrapa Suínos e Aves, empresa ligada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, está organizando para iniciar em março desde ano. A capacitação terá a duração de 7 meses, sendo aplicada em 16h/mensais.

A idéia de trabalhar com este público, o feminino, aconteceu depois de um levantamento feito pelo pesquisador da Embrapa Suínos e Aves, Julio Cesar Pascale Palhares, que identificou que não houveram trabalhos destinados às mulheres. “Se analisarmos hoje, aqui na região, a maioria das propriedades tem a participação das mulheres, direta ou indiretamente. Elas executam trabalhos e auxiliam no gerenciamento da propriedade”, comentou Julio Palhares. “Queremos transferir conhecimento para que elas possam tomar decisões e ajudar a amenizar os problemas ambientais”, explica.

A capacitação será dividida em sete módulos, que incluem desde a introdução aos recursos naturais, nutrição, tratamento, reaproveitamento, economia, saúde e gestão. Todos os temas voltados para a questão ambiental. Haverão aulas práticas e teórica. “Ainda não definimos onde serão os encontros, pois queremos utilizar um local que seja de fácil acesso para todas as produtoras.”, disse o pesquisador.

A realização deste curso acontece em parceira com o curso de Pedagogia da Universidade do Constestado – Campus Concórdia. “Queremos avaliar a metodologia que aplicamos e se ela se mostrar eficaz vamos utilizá-la para outros produtos.”, explicou Julio. Além dos setes meses de capacitação, este rojeto prevê um período de acompanhamento, que acontecerá durante oito meses. “Vamos acompanhar o trabalho que as gestoras ambientais farão, atentos às dúvidas, sugestões e dificuldades que possam surgir”, finalizou o pesquisador Julio Palhares.
(Fonte: Embrapa)