IMPACTOS AMBIENTAIS DO RODOANEL SÃO TEMA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA EM SP

Nesta quinta-feira(6), a Dersa -Desenvolvimento Rodoviário SA inicia as audiências públicas para discutir com a sociedade os impactos ambientais dos traçados dos trechos Norte, Leste e Sul do Rodoanel Mário Covas. Os eventos serão realizados sempre às 19h, nas seguintes cidades: Itaquaquecetuba (6/2), Embú (10/02), São Bernardo do Campo (13/2), Mauá (17/2), São Paulo (20/2), Mairiporã (24/2), Guarulhos (27/2) e Caieiras (6/3).

Segundo a Dersa, a Rodoanel Mario Covas é um empreendimento que tem como principal objetivo a melhoria da qualidade de vida da Grande São Paulo. O projeto pretende tornar o trânsito da região mais ágil, eliminando o tráfego de passagem. Será uma rodovia com acesso restrito que contornará a Região Metropolitana num distanciamento de 20 a 40 km do centro do município. A sua extensão total será de 170 km, interligando os grandes corredores de acesso à metrópole: Rod. dos Bandeirantes, Via Anhangüera, Castello Branco, Raposo Tavares, Régis Bittencourt, Imigrantes, Anchieta, Ayrton Senna, Dutra e Fernão Dias.

Já os ambientalistas querem que o Rodoanel tenha poucos acessos para evitar a ocupação em áreas preservadas. O projeto prevê a passagem pelas represas Billings e pelo Reservatório de Guarapiranga, o que, segundo os ambientalistas, aumentaria o risco de contaminação dessas áreas de captação de água da cidade.
(ambientebrasil, com informações da Dersa)