IAC realiza curso à distância sobre solos

Com o objetivo de proporcionar a racionalização das decisões do profissional do campo, visando à produtividade e sustentabilidade de sistemas agrícolas, o IAC – Instituto Agronômico irá realizar um curso à distância sobre classificação e manejo de solos, de 16 de agosto a 04 dezembro de 2004. A confirmação da matrícula deverá ser feita até a 10 de agosto.

Com essa proposta, será disponibilizado ao participante o conhecimento necessário para fazer o reconhecimento do tipo de solo e a relação de cada solo com o manejo e a produtividade. Além de capacitar o profissional no levantamento de solos, o Curso de Classificação e Manejo de Solos oferecerá uma visão geral sobre preparo para o cultivo, sistemas de plantio e plantio direto, irrigação e manejo de plantas em cultivos anuais e perenes.

Com essa finalidade, o curso se destaca por oferecer parte prática, além das aulas via internet. “O curso vai facilitar o acesso à parte teórica, sem abrir mão da prática”, diz o pesquisador do IAC e coordenador do curso, Hélio do Prado. O conhecimento teórico será aplicado diretamente no campo, onde os participantes terão três das 16 aulas que compõem o curso.

Duas das aulas práticas serão na região de Piracicaba, onde serão identificados os tipos de solos. Depois de fazer esse reconhecimento, os alunos terão outro contato com a realidade na Usina São João de Araras, local em que serão observados os perfis de solos e suas relações com a produtividade de cana-de-açúcar . Dessa forma, segundo Prado, a identificação do solo vai estar sempre associada à produção.

Na Usina São João de Araras, onde Prado desenvolve pesquisas, os solos estão todos classificados e relacionados com a produtividade, o que permitirá mostrar aos alunos os aspectos pedológicos positivos e negativos e suas implicações no desempenho da cultura.

Prado explica que o curso dará embasamento para o profissional praticar o manejo racional do solo. A escolha da variedade de cana-de-açúcar – para citar uma das principais culturas do Estado de São Paulo – deve ser feita a partir do tipo de solo. A razão é simples: há variedades que exigem determinado tipo de solo e a incompatibilidade entre esses dois elementos agrícolas é ruim para a plantação e para o solo.

Muitas vezes o produtor planta em determinado solo sem conhecimento sobre suas características e a compatibilidade com a planta que será cultivada. As conseqüências desse desconhecimento podem ser sérias e longas. Também no caso da cana-de-açúcar, que brota por cinco anos, os reflexos do erro serão sofridos por todo esse tempo. Ou seja, o produtor que planta em solo inadequado deverá colher maus resultados por longo período. Daí a importância de conhecer as características do solo e saber se a cultura escolhida terá sucesso naquela localidade. O conhecimento a ser trabalhado no curso capacitará o profissional para classificar o solo e saber optar por plantas mais ou menos exigentes, de acordo com o solo.

A orientação correta nesse assunto resulta na utilização do potencial máximo do solo, preservando-o. Usá-lo de forma inadequada prejudica não só o agronegócio, mas compromete o ambiente em razão de erosão, poluição e prejuízos à fauna e flora, segundo o pesquisador do IAC, órgão da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

O curso

Dirigido a graduados em engenharia agronômica, florestal, agrícola, ambiental e civil, além de geografia, geologia, biologia, ecologia e áreas afins, o curso será ministrado via internet. A primeira aula, porém, será presencial, no dia 16 de agosto, às 14h, em Campinas (SP), onde os participantes conhecerão os professores e receberão o material didático e a senha de acesso às aulas.

Estima-se que o participante terá que dedicar 160 horas de estudo para o aproveitamento e conclusão do curso, sendo uma hora de estudo por dia, já que os alunos terão que responder a perguntas enviadas pelos pesquisadores responsáveis pelas aulas.

Além das aulas à distância e das ministradas em campo, os alunos farão uso do livro Solos do Brasil, reelaborado por Hélio do Prado, pesquisador da área de solos do IAC desde 1978. Lançado em 2000, o livro, acompanhado por CD, aborda o manejo agrícola e geotécnico, que trata das potencialidades e limitações de cada solo relacionadas à fertilidade e disponibilidade de água. O livro faz parte do material didático que será disponibilizado aos inscritos.

As inscrições serão efetivadas a partir do recebimento da ficha de matrícula e do comprovante de pagamento da taxa de matrícula. Informações no www.iac.sp.gov.br ou (19) 3231-5422, ramal 216.

SERVIÇO:

Curso à distância de Classificação e Manejo de Solos

Data:16 de agosto a 04 dezembro de 2004
Informações: no www.iac.sp.gov.br ou (19) 3231-5422, ramal 216.

Email this page
Esta entrada foi escrita emClipping e tags
  • forum
  • imprimir
  • word
  • pdf
  • rss
  • twitter
  • facebook
  • digg
  • myspace
  • stumbleupon
  • aim
  • blinklist
  • blogger
  • blogmarks
  • buzz
  • connotea
  • delicious
  • diigo
  • fark
  • friendfeed
  • furl
  • google
  • linkedin
  • live
  • livejournal
  • magnolia
  • mixx
  • netvibes
  • netvouz
  • newsvine
  • propeller
  • reddit
  • slashdot
  • technorati
  • yahoo
  • forum
  • imprimir
  • word
  • pdf
  • rss
  • orkut
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5