Ibama realiza última audiência pública sobre a Usina Hidrelétrica de Estreito/MA

O Ibama – Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis promove nesta sexta-feira (4), na cidade de Carolina (MA), a quinta audiência pública para discutir o projeto de implantação da Usina Hidrelétrica de Estreito, no rio Tocantis, divisa entre os estados do Maranhão e de Tocantins, e a concessão da licença ambiental para a realização da obra. As quatro primeiras audiências, que começaram na segunda-feira (31), foram realizadas em três municípios tocantinenses (Aguiarnópolis, Babaçulândia e Filadélfia) e em um do Maranhão (Estreito).

Segundo o Ibama, a Usina Hidrelétrica de Estreito é o maior projeto de geração de energia em curso no Brasil. É visto pelo governo federal como um projeto importante na ampliação e melhoria da matriz energética do país e pertence ao Ceste – Consórcio Estreito Energia, formado pelas empresas Tractebel EGI, Alcoa Alumínio, BHP Billiton e Camargo Corrêa Energia.

A capacidade de Estreito é de 1.087 MW. O projeto prevê que a usina terá um reservatório de 555 Km² de superfície e a energia assegurada será de 584,9 MW médios. O Ibama solicitou que fossem feitas algumas modificações no projeto inicial em virtude do tamanho do reservatório, e exigiu maior detalhamento das informações dos Estudos de Impacto Ambiental e no seu relatório. (Agência Brasil)