Criador da ovelha Dolly é autorizado a clonar embriões humanos

O criador da ovelha Dolly, Ian Wilmut, recebeu autorização nesta terça-feira (8)para clonar embriões humanos. Ele poderá clonar embriões em seus primeiros estágios de desenvolvimento para estudar doenças degenerativas do neurônio motor.

Wilmut afirma que a doença pode ser estudada com detalhamento inédito caso possa usar as técnicas de clonagem para este fim. Ele é criador da ovelha Dolly, o primeiro mamífero clonado a partir de uma célula adulta.

A Grã-Bretanha legalizou em 2001 a clonagem terapêutica para fins de pesquisa.

Wilmut -do Instituto Roslin, de Edimburgo- é o segundo pesquisador a receber essa permissão na Grã-Bretanha. O primeiro foi o professor Miodrag Stojkovic, do Instituto de Genética Humana da Universidade de Newcastle (norte de Inglaterra, em agosto de 2004.

Wilmut e sua equipe se tornaram famosos quando anunciaram em 1997 que haviam clonado um animal: a ovelha Dolly. A clonagem havia sido realizada em 1996.

O animal envelheceu prematuramente e foi sacrificado em 2003, pois era vítima de uma doença pulmonar incurável. (Folha Online)