Década de 90 foi a mais quente da História

A década de 90 foi a mais quente da História, apesar de as temperaturas terem sofrido grandes variações nos últimos 2 mil anos, revela a edição desta semana da revista britânica Nature.

Cientistas da Universidade de Estocolmo determinaram que no ano 1,6 mil depois de Cristo a temperatura média foi de 0,7 grau centígrado inferior à do período entre 1961-1990. No entanto, o século XI registrou temperaturas similares às dos primeiros 90 anos do século XX, segundo os especialistas.

“Não há provas de que nos últimos dois milênios tenha havido períodos mais quentes que o posterior ao de 1990, como revelaram estudos anteriores”, escreve na Nature o cientista Anders Moberg.

A causa das altas temperaturas nos últimos anos e da mudança climática não pode ser buscada apenas “nos fatores da natureza”, acrescenta o especialista. No entanto, insistiu em que no futuro, deve-se ter em conta os fenômenos naturais que podem “ampliar ou atenuar a mudança climática de forma significativa”. (Terra.com)