ONU considera “perigosa” a situação após terremoto na Ásia

A ONU – Organização das Nações Unidas destacou nesta segunda-feira (28) que o forte terremoto registrado neste dia no litoral da Indonésia ocorreu em águas pouco profundas, “o que constitui uma situação perigosa”, em meio aos temores de outro terremoto na Ásia depois da tragédia do tsunami em dezembro.

Em declaração da Coordenação de Assuntos Humanitário (Ocha, sigla em inglês), a ONU destacou que funcionários da entidade estão conversando com o governo indonésio para determinar que tipo de medida será adotada.

“O que sabemos agora é que o terremoto ocorreu em águas pouco profundas (o foco do sismo ocorreu a 30 km de profundidade em uma região onde o mar tem águas pouco profundas), ou seja, uma situação perigosa”, disse a Ocha.

Segundo o Centro de Estudos Geológicos dos Estados Unidos, um terremoto de 8,2 graus na escala Richter atingiu nesta segunda-feira o norte de Sumatra, a mesma região da Indonésia afetada pelo tsunami na Ásia, em dezembro passado, que matou mais de 280 mil pessoas. (Folha Online)