Plantio de soja aumenta na região central do Maranhão

Depois de Balsas, no sul do Maranhão, a cidade de Grajaú, na região central do estado, está abrindo novas fronteiras agrícolas. O município, que fica a 600 quilômetros de São Luís, já está sendo considerado o segundo maior pólo de produção de soja do estado. Nos últimos dois anos, os investimentos em tecnologia aumentaram significativamente, o que está atraindo produtores de outras partes do país para a região.

O clima, que é favorável à lavoura da soja, está sendo aproveitado pelos produtores. O plantio foi feito no início de janeiro deste ano e, em 120 dias, a soja deve ser colhida. A maior atenção dos produtores é na escolha das sementes. O resultado tem sido tão bom que os agricultores esperam colher cerca de 50 sacas por hectare.

Essa nova fronteira da soja tem atraído atualmente produtores de todo o país. Em três anos, o município de Grajaú já tem área plantada de mais de 15 mil hectares. A maioria dos agricultores faz o plantio em áreas de pastagens. As capineiras passam por um processo de secagem, o que reduz em 15% o custo do plantio. A tecnologia e a chuva na hora certa ajudam o desenvolvimento das lavouras da região.

O produtor Carlos Tadeu Araújo, de Grajaú, já plantou cerca de 500 hectares de soja e está bastante animado este ano, pois terá boa colheita. Ele disse que a tecnologia, aliada ao trabalho dos produtores e ao clima, faz a região de Grajaú excelente para o plantio de soja. Segundo Carlos Tadeu, os produtores querem levar novos investimentos para o município, entre eles uma usina de álcool e uma fecularia de mandioca.(Radiobras)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5