Ar dentro de carro é mais nocivo do que fora

É mais saudável andar à beira de uma estrada movimentada e respirar a fumaça que sai do escapamento dos veículos do que sentar confortavelmente em um carro com ar condicionado, disse um pesquisador norte-americano nesta quarta-feira (19).

Robert Baker, presidente da Associação da Qualidade do Ar em Interiores dos Estados Unidos, sem fins lucrativos, afirmou que cientistas descobriram que o ar dentro dos carros são mais contaminados do que fora dele, inclusive em áreas urbanas. Isso se deve ao ar não-filtrado da fumaça do escapamento e ao odor químico dos bancos do veículo, equipamento de áudio e produtos para deixar o ar mais fresco.

“O ar em um ambiente fechado não se purifica sozinho, como em locais abertos, onde o ele se desloca”, afirmou Baker em coletiva de imprensa no lançamento de um site sobre qualidade do ar em carros.

O site (www.healthycarcabin.org.sg) diz que a exposição prolongada ao nocivo ar de automóveis pode causar câncer e doenças respiratórias. Mas os maiores poluidores são as próprias pessoas, diz Baker. “Soltamos gases, bactérias e fungos no ar. Quanto mais pessoas houver em um local fechado, mais nocivo ele será”, disse. Uma das soluções seria abrir as janelas dos carros, embora o site recomende tal medida apenas em rodovias. (Reuters/ Terra)

Esta entrada foi escrita emClipping e tags