Maçã ajuda a combater doenças bucais em aldeia indígena

A maçã está sendo usada em uma aldeia indígena do Mato Grosso do Sul para prevenir cáries e doenças nas gengivas de 150 crianças que vivem no local.

A cada 15 dias, a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) envia a fruta para a aldeia Cerrito, em Eldorado. A ação conseguiu reduzir para 12% o número de cáries entre os índios da aldeia.

O uso da fruta faz parte do Programa de Saúde Bucal, desenvolvido pela Funasa nas aldeias do país. O programa também inclui atendimento especializado e a escovação supervisionada por dentistas a cada semana.

A fruta também faz parte da merenda escolar e está sendo distribuída para as famílias indígenas consumirem em casa.

A dentista Roselena Caseiro Lopes, que atua no projeto, explica que, pelo fato de a maçã ser um fruto consistente, ela ajuda na higienização e, por ser rica em vitaminas, fortalece os dentes.

“O alimento poderia ser a cenoura, mas escolhi a maçã pelo sabor e porque as crianças gostam muito”, disse.
(Fonte: Michel Medeiros/Voz do Brasil)