Queimadas voltam a ser preocupação em Roraima

Com a proximidade do fim do inverno, as queimadas nos lavrados do Estado de Roraima são inevitáveis. A preocupação imediata do Corpo de Bombeiros é com os agricultores no interior, que utilizam a queimada como ferramenta de trabalho. Segundo a Defesa Civil, até o momento não foi registrado nenhum foco de incêndio florestal.

Conforme o coronel do Corpo de Bombeiros, Kleber Gomes, é normal ocorrerem queimadas nos lavrados no período de verão, mas, devido à umidade relativa do ar ainda estar acima de 40%, os riscos de incêndios florestais são poucos até o final do ano.

“Nós não podemos permitir incêndios florestais, porque as regiões de floretas são menos resistentes ao calor do que as dos lavrados. Com o cerrado é diferente, a cada três anos ele precisa ser queimado para poder se regenerar”, explicou.

Disse ainda que os agricultores utilizam as queimadas para limpar a área na qual ele vai plantar e até mesmo utilizar o material orgânico decorrente da queima. “A fertilização do solo que foi queimado é temporária e em breve o solo ficará improdutível”, disse.

Segundo Kleber Gomes, o momento crítico será nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2005. A previsão de seca se dá em virtude do inverno rigoroso, considerado o maior dos últimos 20 anos no Estado. “Ano que vem os fatores climáticos vão atrapalhar o nosso trabalho. Temos todas as condições favoráveis para que ocorra o El Nino, ocasionando a falta de água, a baixa da umidade relativa do ar e o aumento dos ventos”, frisou.

Ele afirmou que, caso ocorra uma grande seca, será necessária a ajuda do Governo Federal, tendo em vista que o recurso de R$ 270 mil destinados para alimentação teve boa parte comprometida durante esse inverno. “Esse recurso também atende à Operação de Incêndio”.

Prevenção – Kleber Gomes alerta as pessoas que moram na área rural que evitem atear fogo próximo às áreas florestais. Orientou a fazer o acero (demarcação) dos lotes quando realizarem as queimadas e fazer as queimadas com auxílio de pessoas, brigadistas ou homens dos bombeiros.

No setor urbano, ele disse que os donos de terrenos devem limpar suas propriedades sem atear fogo no lixo e não colocar material orgânico em frente das casas, principalmente quando o material estiver seco.

Regiões – As áreas mais afetadas por incêndios florestais são os municípios de Mucajaí, Cantá, Iracema, Caracaraí, Bonfim, Pacaraima, Amajari e parte rural de Boa Vista.

Um dos fatores que contribuem para os incêndios são as questões topográficas, ou seja, terrenos inclinados favorecem a subida do fogo mais rápido do que nas áreas planas. (Folha de Boa Vista/ RR)

Email this page
Esta entrada foi escrita emClipping e tags
  • forum
  • imprimir
  • word
  • pdf
  • rss
  • twitter
  • facebook
  • digg
  • myspace
  • stumbleupon
  • aim
  • blinklist
  • blogger
  • blogmarks
  • buzz
  • connotea
  • delicious
  • diigo
  • fark
  • friendfeed
  • furl
  • google
  • linkedin
  • live
  • livejournal
  • magnolia
  • mixx
  • netvibes
  • netvouz
  • newsvine
  • propeller
  • reddit
  • slashdot
  • technorati
  • yahoo
  • forum
  • imprimir
  • word
  • pdf
  • rss
  • orkut
Ambientebrasil - Notícias located at 511/67 Huynh Van Banh , Ho Chi Minh, VN . Reviewed by 43 customers rated: 4 / 5