Espanha tenta salvar navio encalhado com toneladas de óleo

Unidades do serviço espanhol de Salvamento Marítimo tentam rebocar para o porto de Cádiz um navio, com uma carga de 600 toneladas de combustível derivado do petróleo e outras 38 mil de carvão, que está encalhado desde segunda-feira (22) à noite no litoral do sul da Espanha.

Fontes oficiais explicaram que o navio Ocean Globe, procedente de Houston (Texas, EUA) e com bandeira das Bahamas, encalhou quando tentava descarregar no porto da localidade de Puerto Real.

Há dunas, salinas, restingas e praias na baía de Cádiz, abrigo de muitas aves migratórias.

Na manhã desta terça-feira (23), com a alta da maré, quatro rebocadores tentaram fazer o navio flutuar, mas a operação fracassou e será repetida à tarde, quando as águas voltam a subir.

Fontes oficiais asseguraram que a embarcação não corre o risco de afundar, por estar em uma área onde a profundidade é pequena.

As autoridades tentam extrair as 600 toneladas de combustível do navio através de uma barreira de contenção flutuante, de um quilômetro, e com a ajuda de maquinaria para a extração e recolhimento do combustível.

A operação está sendo acompanhada com apreensão pelos ecologistas.

Em 2002, o petroleiro Prestige afundou, após se partir em dois, a cerca de cem quilômetros da Galícia (norte), com 70 mil toneladas de combustível.

Atualmente, equipes da guarda litorânea do Reino Unido tentam extrair as 3.500 toneladas de petróleo de uma embarcação que sofreu um acidente em frente à localidade de Devon, no sudoeste da Inglaterra, para evitar um derramamento. (Efe/ Estadão Online)