Após lama, moradores de Muriaé/MG sofrem com enchentes

A cidade de Muriaé, na Zona da Mata mineira, voltou a alagar na madrugada de quinta-feira, após quatro horas de chuva forte, segundo informações da TV GloboNews. O nível do Rio Muriaé, que corta a cidade, subiu oito metros nos pontos mais baixos, atingindo seis bairros, os mesmos que sofreram com a inundação causada pelo rompimento da barragem da mineradora Rio Pomba Cataguases, no começo do mês.

Três pontes na área urbana da cidade foram interditadas com a força da água, que também derrubou a parte de um hotel. Os bombeiros já haviam detectado o problema e pedido para que todas as pessoas deixassem o prédio.

Ainda não há um número exato de desalojados e desabrigados. Apenas nos três abrigos improvisados pela prefeitura estão cerca de 130 pessoas. Há famílias que estão lá desde a primeira enchente. Segundo a Prefeitura de Muriaé, o prejuízo causado pelo rompimento da barragem chega a R$ 20 milhões. (Estadão Online)