San Francisco, nos EUA, estuda impor regras ecológicas para construção

A cidade de San Francisco, uma das principais dos Estados Unidos, prepara-se apar exigir, em lei, que os novos edifícios erguidos pela iniciativa privada sigam diretrizes rigorosas de respeito ao meio ambiente, informa o jornal San Francisco Chronicle.

De acordo com o Chronicle, a iniciativa faz parte de uma “revolução dos prédios verdes” que se desenrola em escala nacional, atendendo tanto a novas leis quanto a incentivos oficiais e à pressão do público.

Segundo o consultor de mercado imobiliário Charles Lockwood, ouvido pelo jornal americano, o país está assistindo a um “tsunami de prédios verdes”.

Entre as características dessas construções há a preocupação com o aproveitamento adequado da luz natural, pias e torneiras com pequeno fluxo de água, mictórios químicos, que dispensam descarga e a adoção de materiais “ambientalmente corretos”, como tinta e verniz atóxicos. Uma opção recente e cada vez mais popular, segundo o Chronicle, é um elevador que gera eletricidade ao descer.

No caso do município de San Francisco, os responsáveis pelo planejamento urbano preparam um programa obrigatório de metas verdes para grandes projetos de construção, depois de abrir um programa voluntário que oferece alvarás de construção mais depressa para edifícios “verdes”. (Estadão Online)