Descoberta colônia de pássaros ameaçados de extinção

Pesquisadores descobriram, nas selvas do Camboja, a única colônia conhecida, em todo o sudeste asiático, de abutres de bico fino, e dezenas de outros pássaros ameaçados. A colônia foi encontrada nas selvas a leste do Rio Mekong, na província de Stung Treng.

“Encontramos os ninhos no alto de uma colina, onde duas outras espécies de abutre também foram achadas”, disse Song Chansocheat, gerente do Projeto Cambojano de Conservação de Abutres, um projeto do governo local que conta com apoio de diversas organizações internacionais.

“Surpreendentemente, havia também diversas outras espécies ameaçadas de pássaros e primatas”, afirma nota emitida por Song Chansocheat. “Trata-se de um lugar muito especial”.

Além do abutre de bico fino, foram encontrados exemplares de outras espécies dadas como ameaçadas, como o abutre de cabeça vermelha, o íbis gigante e um macaco chamado langur prateado.

Pesquisadores afirmam que os abutres de bico fino já haviam sido avistados em outras partes do sudeste da Ásia, mas a única outra colônia conhecida fica no norte da Índia. O pássaro é dado como extinto em boa parte do sudeste asiático.

Pouco após a descoberta, a equipe de cientistas tomou medidas para proteger os pássaros contra a caça ilegal ou a coleta de ovos. Eles estão trabalhando com as comunidades locais para envolver os moradores no esforço de proteção.

O abutre de bico fino é uma de dezenas de espécies de abutre da Ásia que foram levadas á beira da extinção pelo consumo de carcaças de gado contaminadas por diclofenaco, um antiinflamatório dado a vacas doentes e que é veneno para os abutres. O uso do produto reduziu a população de algumas espécies de abutre em até 99%. (AP/ Estadão Online)