Cadela é arma contra extinção de tigres no Camboja

Maggie tem uma missão muito especial. A cadela de seis anos da raça braco alemão de pelo duro desembarcou no Camboja para ajudar a preservar o tigre da região, cuja população passou de 100 mil para menos de 5.000 no último século.

A tarefa de Maggie, que foi treinada na Rússia, é rastrear os animais por meio de seus dejetos na área de conservação de biodiversidade de Seima, uma das maiores do país, com 3.000 quilômetros quadrados, informa a agência Associated Press.

A ideia de utilizar cães surgiu após o sistema de monitoramento por câmeras e as pesquisas em campo falharem.

O número de tigres no país foi drasticamente reduzido devido à caça e à ocupação de seu habitat por seres humanos.

Maggie começa o trabalho na próxima semana. Até o final do ano, deve receber a companhia de outro cão, que dividirá a tarefa com ela. (Fonte: Folha Online)