Campanha de vacinação contra a febre aftosa imunizou 97% dos animais em 2008

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Febre Aftosa de 2008 imunizou cerca de 168 milhões de animais na primeira etapa e 170 milhões na segunda, atingindo uma cobertura de 96% e 97%, respectivamente, segundo o primeiro balanço da campanha, divulgado na segunda-feira (16) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Os animais recebem entre duas e três doses da vacina a cada ano.

Os resultados foram significativos para a pecuária brasileira, segundo o Departamento de Saúde Animal da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA). No Brasil, a vacinação contra a febre aftosa é praticada em todos os estados e no Distrito Federal, com exceção de Santa Catarina, que é livre da doença, e não usa a vacinação desde 2000.

A febre aftosa é uma doença causada por um vírus que provoca febre e aftas, principalmente na boca e nos pés dos animais. A doença raramente é fatal, mas causa grande perda de produção de leite e carne. Como não existe tratamento e o vírus tem alto poder de difusão, é necessário sacrificar os animais doentes e os países estabelecem fortes barreiras à entrada de produtos oriundos de regiões onde ocorreram casos da doença, segundo o ministério.

A doença é transmitida mecanicamente pela movimentação de animais, pessoas, veículos e outros que tenham sido contaminados pelo vírus. A transmissão para seres humanos é raríssima, segundo o ministério. O principal prejuízo da febre aftosa é comercial.

As espécies suscetíveis são bovinos, ovinos, suínos, caprinos, camelídeos (camelos, lhamas, alpacas, guanacos e vicunhas) e as espécies de animais silvestres de cascos fendidos (capivaras, elefantes e outros animais de zoológico).

A campanha de 2009 contra a aftosa começou em fevereiro, com a vacinação em rebanhos de 12 municípios da região da calha norte do Rio Amazonas, em operação conjunta do Ministério com o estado. Até 31 de março, estima-se que sejam imunizados cerca de 500 mil animais nessa segunda etapa da campanha na região. A próxima campanha acontecerá em abril, nos estados de Alagoas, do Ceará, da Paraíba, de Pernambuco, do Rio Grande do Norte e de Roraima. (Fonte: Radiobrás)