Responsabilidade socioambiental é tema de reunião na Câmara dos Deputados

A secretária de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental, Samyra Crespo, representou nesta quarta-feira (8) o Ministério do Meio Ambiente no último café deste semestre da frente parlamentar ambientalista na Câmara dos Deputados para assistir apresentação do grupo de trabalho de responsabilidade socioambiental das empresas, focada na contribuição do setor florestal, representada pela Associação Brasileira de Celulose e Papel (Bracelpa).

Segundo o setor, as empresas possuem 6 milhões de hectares de florestas, sendo 2,2 milhões de mata nativa e o restante de florestas plantadas de eucaliptos e pinus. Para expandir essa produção, eles reivindicam a certeza jurídica sobre a propriedade da terra, buscando maior clareza na demarcação das terras indígenas, de quilombolas e reivindicadas por movimentos sociais.

Outra solicitação é a interlocução direta com o MMA, MAPA e outros ministérios correlatos para definir a contribuição do setor em temas como matriz energética (biomassa) e a inclusão social, de forma que as empresas sejam mais um agente responsável pelo desenvolvimento da área em que atuam.

O Ministério, em contrapartida, solicitou dados sobre os investimentos que têm feito na área de responsabilidade socioambiental e convidou os representantes a desenvolver uma agenda no combate ao carvão ilegal, que atualmente está muito localizado em torno dos pólos florestais. (Fonte: Melissa Silva/ MMA)