Laboratório do PR passa a realizar exames da nova gripe, diz governo

Um laboratório do Paraná começou a realizar exames da nova gripe. Segundo a Agência Estadual de Notícias, do governo paranaense, o Laboratório Central do Estado (Lacen), é o quarto do país a fazer esse tipo de teste. Os resultados devem ficar prontos em até dois dias.

“A princípio, o laboratório realizará apenas os exames de amostras coletadas no Paraná. São, em média, cem por dia”, disse o secretário da Saúde, Gilberto Martin.

O secretário afirmou que quem apresentar sintomas semelhantes aos da gripe deve procurar seu médico ou um serviço de saúde.“Sabemos que de 8% a 10% da população já teve ou terá gripe nesta época do ano, e os sintomas da nova influenza são muito semelhantes aos da gripe sazonal. Por isso, quem tiver os sintomas deve procurar sempre uma unidade de saúde próxima de casa. Os hospitais devem ser evitados, nesse momento, para não sobrecarregar a rede.”

Martin informa que as ações de prevenção, diagnóstico e tratamento de casos suspeitos serão reforçadas. Foram distribuídos 50 conjuntos de instrumentos compostos por um monitor, um oxímetro e um respirador, que poderão ser adaptados em leitos de cuidados intermediários.

De acordo com a administração estadual, foi elaborado um informe técnico pela Associação Médica do Paraná, pelo Conselho Regional de Medicina e pela Federação das Unimeds, que está sendo distribuído entre os associados.

Mais três mortes – Na segunda-feira (24), a Secretaria da Saúde paranaense confirmou três mortes em decorrência da nova gripe no estado. O secretário disse que os óbitos ocorreram na região de Curitiba. Os pacientes eram homens, com idades entre 20 e 34 anos, e morreram entre 19 e 22 de julho. Nenhum deles tinha doença preexistente.

Foram confirmados ainda mais 13 casos da doença no Paraná. Com isso, a secretaria informa que o estado passa a ter 86 casos confirmados. Outras 999 pessoas aguardam resultados dos exames e 329 casos já foram descartados. A região de Curitiba concentra mais pacientes com diagnóstico positivo, seguida por Foz do Iguaçu.

O estado já havia registrado uma morte. No total, quatro pessoas morreram no Paraná em decorrência da doença. Nesta terça-feira (28), a Paraíba confirmou a primeira morte relacionada à nova gripe no Nordeste. No Brasil, foram 46. Além do Paraná e da Paraíba, foram notificados casos no Rio Grande do Sul (16), São Paulo (20) e Rio de Janeiro (5).

Aulas – Martin, secretário da Saúde, disse que as escolas paranaenses não devem adiar o início do segundo semestre. “As aulas devem seguir normalmente. Apenas aquelas pessoas que têm sintomas de gripe devem ficar em casa por sete dias, que é o período de transmissibilidade do vírus.” (Fonte: G1)