Cápsula japonesa enviada a asteroide retorna com sucesso à Terra

Uma equipe de cientistas recuperou nesta segunda-feira (14) uma cápsula espacial japonesa que pode conter amostras de asteroide, importantes para o estudo da evolução do sistema solar.

A sonda Hayabusa, que carregava a cápsula, retornou à Terra após uma jornada de sete anos e seis bilhões de quilômetros. Durante a reentrada na atmosfera, a sonda desintegrou-se, liberando a cápsula. É a primeira vez que uma nave retorna com sucesso para a Terra após ter pousado em um asteroide.

A cápsula aterrissou em uma zona militar remota no deserto australiano, a 485 quilômetros a noroeste da cidade de Adelaide. A cápsula será devolvida ao Japão sem ser aberta. Os cientistas ainda não sabem se a cápsula contém amostras do asteroide Itokawa. A sonda Hayabusa pousou duas vezes em Itokawa em 2005.

O projeto, de US$ 200 milhões, tem como objetivo entender a origem e evolução do sistema solar. Asteroides são considerados as peças iniciais na formação de planetas. Estudar asteroides poderiam, assim, ajudar a entender também as origens da Terra.

Problemas técnicos – A sonda Hayabusa deveria ter retornado em 2007, mas uma série de problemas técnicos, incluindo deterioração de motores de íons, quebra de rodas de controle e mau funcionamento de baterias, forçou um reajuste de rota e de prazo.

Se a cápsula contiver realmente amostras de asteroide, essa será a quarta missão de coleta bem sucedida da história, incluindo as missões de coleta de amostras da Lua (Apollo), de cometa (Stardust) e de material solar (Genesis).

Análises preliminares das amostras serão conduzidas por pesquisadores japoneses, americanos e australianos. Após um ano, cientistas de todo o mundo poderão se inscrever para ter acesso ao material para pesquisa. (Fonte: Folha.com)