Cientistas descobrem gene para quatro folhas de trevos

As longas horas passadas no campo a procura de um trevo de quatro folhas, considerado um amuleto da sorte, podem estar com seus dias contados. Cientistas identificaram um gene que controla o desenvolvimento do trevo para sua variante com quatro folhas.

Trevos de quatro folhas (Trifolium repens) surgem para cada dez mil espécimes de três folhas. E outras variedades possuem cores e padrões pouco comuns. O modo como essas características são transmitidas têm sido um mistério para geneticistas e criadores de plantas.

Trabalhos anteriores sugeriram que os ancestrais do trevo possuíam quatro ou mais folhas. Esses ancestrais teriam produzido um gene que bloqueia essa característica, gerando os trevos de três folhas atuais.

Agora uma equipe de pesquisadores da Universidade da Geórgia, em Atenas (EUA) e da Fundação Samuel Roberts Noble, em Ardmore (EUA), descobriu que mutantes de quatro folhas desenvolvem uma variante desse gene que remove o bloqueio, permitindo o desenvolvimento da quarta folha. Eles também identificaram genes para um padrão vermelho e para um padrão de osso de peixe.

O trabalho pode ajudar criadores de plantas a desenvolver novas variedades ornamentais ou a produzir trevos de quatro folhas sempre que quiserem.

Produtores de carne também poderiam lucrar com a descoberta. Eles normalmente adicionam trevo a pastagens porque ele fornece proteínas e fixa nitrogênio no solo. Os pesquisadores dizem que a habilidade de selecionar plantas com quatro folhas forneceria forragem mais nutritiva para os animais.

O estudo foi publicado no periódico “Crop Science”. (Fonte: Folha.com)