Sociedade responsável por Belo Monte será formada por 18 empresas

A Sociedade de Propósito Específico criada para gerenciar a construção da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Pará, terá 18 sócios. A documentação foi entregue nesta quarta-feira (14) na Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Três estatais vão integrar a sociedade – Eletrobras, com 15% de participação, Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf), com outros 15%, Eletronorte com 19,98%. Os autoprodutores, que produzem energia para o próprio consumo, serão as empresas Gaia (9%) e a Sinobrás (1%)

As construtoras do empreendimento ficarão com 12,5% de participação na sociedade. São elas: J. Malucelli Energia, J. Malucelli Construtora, Queiroz Galvão, OAS, Contern, Cetenco, Galvão, Mendes Junior e Serveng.

A sociedade também terá a participação de fundos de pensão e investimentos, como a Petros, dos funcionários da Petrobras (10%); Funcef, dos funcionários da Caixa Econômica Federal (2,5%); Bolzano Participações (10%) e Caixa Cevix (5%).

A construção da usina está estimada em R$ 19 bilhões. Depois que a documentação for aprovada pela Aneel, o grupo ainda deverá depositar uma garantia de fiel cumprimento, que corresponde a 5,5% do valor da obra, antes da outorga da concessão. (Fonte: Sabrina Craide/ Agência Brasil)