Rejeitados pela mãe, filhotes de lobo-guará são adotados em zoo

Dois filhotes de lobo-guará foram adotados por equipes do Zoológico Municipal de Nova Odessa, a 122 km de São Paulo, após serem rejeitados pela mãe. Ameaçados de extinção, os bichos nasceram no dia 20 de junho, em uma jaula do zoo. As fotos dos animais foram divulgadas nesta semana.

O nascimento surpreendeu os funcionários, pois a loba Linda, que vive há dois anos no zoológico, não apresentava sinais de gravidez. O parto não foi acompanhado e quem “descobriu” os lobinhos foi um vigia. “Mas, desde então, os pequenos lobos-guará já estão sendo acompanhados pela equipe”, disse a coordenadora municipal de Meio Ambiente, a bióloga Daniela Fávaro.

Inicialmente, três filhotes nasceram, sendo um macho e duas fêmeas. Uma das lobas, porém, morreu nas primeiras 24 horas de vida. Como era dia de jogo da seleção brasileira na Copa do Mundo, o lobo recebeu o nome de Robinho, em homenagem ao jogador. Já a fêmea foi “batizada” de Jamile, palavra africana que significa “bonita”.

Os bebês são alimentados com mamadeiras pela equipe do zoo desde o quinto dia de vida, quando foram rejeitados. “No início, preparávamos um leite artificial semelhante ao da mãe. Agora, eles já são alimentados com leite de vaca, a cada duas horas”, contou a coordenadora.

Eles são constantemente higienizados. Toda a preocupação é explicada pela veterinária Paula Faciulli. “Já é bastante raro que os lobos-guarás nasçam em cativeiro e eles não são como cães domésticos, porque são muito mais suscetíveis a doenças como cinomose e parvovirose”, disse.

Segundo a veterinária, a gestação da loba-guará dura de 62 a 66 dias e podem nascer de dois a quatro filhotes. Quando nascidos, os lobos-guará têm pelos pretos, mas com o tempo eles passam a ficar avermelhados.

Robinho e Jamile, que nasceram com 360 gramas, já têm, com 20 dias de vida, 800 gramas cada um. “Eles nasceram com pneumonia e já foram medicados e sararam, mas os cuidados continuam”, comentou Daniela.

Por serem muito pequenos, os bichos não podem ser vistos pelo público ainda. Porém, quem quiser pode fazer uma visita aos seus pais, Linda e Lobão. O zoológico fica na Rua João Bolzan, 475, no Residencial Mathilde Berzin, em Nova Odessa. O local abre ao público de terça-feira a domingo, das 8h às 17h. (Fonte: G1)