Avião solar “eterno” quebra recorde mundial de voo ininterrupto

O avião solar britânico Zephyr quebrou um novo recorde mundial de permanência no ar sem interrupção. O aparato decolou de uma base nos Estados Unidos na última sexta-feira e continua no ar.

O voo do avião, desenvolvido pela empresa Qinetiq, será interrompido quando atingir 15 dias sem interrupção. “Zephyr é basicamente o primeiro ‘avião eterno'”, disse à “BBC News” Jon Saltmarsh, gerente do projeto.

Esse tipo de equipamento deverá ter uma ampla gama de aplicações. Os militares querem usá-lo em aparelhos de reconhecimento e comunicações. E programas científicos e de pesquisa poderiam usar os aviões para tarefas de observação.

Uma das grandes vantagens do avião é a capacidade de voar sobre um mesmo lugar. Satélites de baixa altitude passam rapidamente sobre uma local, e aviões tradicionais operados a distância precisam retornar à base para serem reabastecidos.

Zephyr parece resolver esse problema. As células solares impulsionam as hélices durante o dia e são carregadas pelo sol, possibilitando o voo noturno. Um piloto automático mantém o avião circulando sobre o mesmo lugar.

A última versão do Zephyr é 50% maior que as anteriores. A nova nave tem uma envergadura de asa de 22,5 metros. Também possui uma configuração maior do corpo principal para acomodar mais equipamento. E a equipe atualizou o sistema de gerenciamento de energia.

O recorde mundial de persistência no ar é 30 horas e 24 minutos, obtido pelo robô americano Global Hawk. Zephyr já voou por 83 horas, mas delegados da Federação Aeronáutica Internacional não estavam presentes para testemunhar os procedimentos.

A corrida pelos aviões solares está acirrada. Mês passado, o suíço Andre Borschberg tornou-se a primeira pessoa a pilotar um avião solar durante a noite. (Fonte: Folha.com)