Operação Impacto de Combate à Dengue chega às ruas de Manaus

A Operação Impacto de Combate à Dengue chega às ruas de Manaus na próxima terça-feira (25), quando começam os mutirões de limpeza pública que percorrerão os bairros da capital amazonense. A campanha, que vai até março de 2012, será lançada oficialmente dia 31 de outubro, pela Prefeitura de Manaus, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em parceria com as Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica) e o Corpo de Bombeiros

“A adesão dessas instituições é de fundamental importância para o sucesso da operação. Os militares têm muito a contribuir com as ações de campo, por sua experiência de ocupação territorial e estratégias de mobilização”, disse o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

Antes do lançamento, a Semsa e a Seretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) já estão trabalhando no cronograma das ações, que está sendo montado com base o Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes Aegypti (LIRAa) – indicador que aponta as áreas da capital onde há maior presença do mosquito da dengue e os tipos de criadouros que mais estão contribuindo para a proliferação do vetor.

“A população será avisada com antecedência e orientada sobre o tipo de resíduo que deve ser priorizado, durante a realização dos mutirões”, informa o subsecretário municipal de Limpeza Urbana, Tlio Kniphoff.

O secretário Francisco Deodato salienta que, os mutirões de limpeza vão começar pelos bairros onde o levantamento indicou que o lixo (garrafas, latas, ferros-velhos, carcaças de eletrodomésticos, entre outros) é o principal criadouro. “Esse tipo de resíduo é, basicamente, aquele que as pessoas vão acumulando no fundo do quintal e que acabam funcionando como depósito de água parada, ambiente propício à reprodução das larvas do mosquito da dengue”, explica o titular da Semsa.

Distribuição do contingente – Para combater a proliferação do vetor, a Campanha mobiliza um contingente de aproximadamente 4 mil pessoas, entre militares, agentes de endemias e agentes comunitários de saúde da Prefeitura. Juntos, eles vão inspecionar os imóveis da cidade, eliminar criadouros do mosquito da dengue e orientar a população.

Este ano, por questões de logística, os militares do Exército ficarão mais concentrados nas zonas Oeste e Norte de Manaus. Marinha e Aeronáutica, por sua vez, estarão participando das ações das zonas Leste e Sul da cidade. O Corpo de Bombeiros vai atuar na inspeção e borrifação espacial (fumacê) de prédios públicos, incluindo as escolas. (Fonte: G1)